Twitter

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

A Saga do Judô (1943) - Akira Kurosawa


A Saga do Judô (AVi) - Legendado

Sinopse: Sanshiro, um homem forte e teimoso, chega à cidade como um novato lutador de jujitsu. Em sua primeira noite, ele vê Yano, um mestre no judô, em ação, e decide pegar algumas dicas dessa arte com ele. Sanshiro esforça-se ao máximo para aperfeiçoar sua técnica e, assim, conseguir o respeito de seu antigo mestre, ao mesmo tempo que almeja pedir a mão de Sayo em casamento. Só que Sayo está prometida à um grande mestre de jujitsu, o poderoso Higaki, que jura matar Sanshiro por ciúmes.












Ficha do Filme:
Título no Brasil:  A Saga do Judô
Título Original:  Sugata Sanshirô
País de Origem:  Japão
Gênero:  Aventura/Drama
Classificação etária: 14 anos
Tempo de Duração: 78 minutos
Ano de Lançamento:  1943
Direção:  Akira Kurosawa

Dados do Arquivo:
Tamanho: 1,20 Gb
Formato: AVi
Codec de Vídeo: XviD
Codec de Áudio: MP3
Qualidade: DVDRip
Áudio: Japonês
Legenda: Português
Cor: Preto e Branco
Servidor: DepositFiles

BAIXAR FILME 
LEGENDA 

TORRENT 
Para o Torrent utilize as legendas acima.

Elenco:
Yukiko Todoroki
(Sayo Murai)
Susumu Fujita
(Sanshiro Sugata)
















Denjiro Okochi (Shogoro Yano)
Takashi Shimura (Hansuke Murai)
Michisaburo Segawa (Wada)
Ichirô Sugai (Chefe de Polícia Mishima)
Sugisaku Aoyama (Tsunetami Iimura)
Ranko Hanai (Osumi Kodana)
Ryunosuke Tsukigata (Gennosuke Higaki)
Kokuten Kodo (Padre Budista)
Yoshio Kosugi (Mestre Saburo Kodama)
Akitake Kôno (Yoshima Dan)

Curiosidades:
- Este foi o primeiro filme em que Kurosawa trabalhou com Takashi Shimura, o ator com quem teve maior parceria depois de Toshiro Mifune. ?A parceria entre Kurosawa e Shimura rendeu ao todo 16 filmes, incluindo clássicos como Rashomon, Ikiru e Shichinin no samurai.

- Sugata Sanshiro teve cinco refilmagens desde que foi originalmente lançado, apesar de que essas versões são ainda mais difíceis de se encontrar no Ocidente do que a original. As versões de 1955 e 1965 compartilham o roteiro da versão original, enquanto que as três versões subseqüentes são todas baseadas prioritariamente no romance. A versão de 1965 teve, ainda, a participação de Kurosawa, trabalhando na montagem e readaptação e colaborando, ainda, como co-produtor.
Sugata Sanshiro (1955) - Dirigido por Shigeo Tanaka
Sugata Sanshiro (1965) - Dirigido por Seiichiro Uchikawa
Ninkyô yawara ichidai (1966) - Dirigido por Sadao Nakajima
Sugata Sanshiro (1970) - Dirigido por Kunio Watanabe
Sugata Sanshiro (1977) - Dirigido por Kihachi Okamoto

- Segata Sanshiro, uma fusão dos nomes Sega e Sugata Sanshiro, foi um personagem criado como ferramenta para propaganda do videogame Sega Saturn. Foi interpretado por um judoca super-humano que apareceria subitamente, segurando um Sega Saturn, e então cruelmente bateria nas pessoas por não jogar o videogame.

- Sugata Sanshiro foi originalmente lançado com a duração de 97 minutos, em 1943, no Japão, apesar de todo o protesto da Seção de Mídia do Exército, que procurava banir as influências artísticas do cinema ocidenta, sobretudo de Hollywood, no cinema japonês. A intercessão de Yasujiro Ozu foi essencial para que o filme pudesse ser lançado[1]. Em sua remasterização no pós-guerra, em 1952 (na época Kurosawa se tornou um diretor renomado mundialmente), foi exibido em uma versão um pouco mais curta, de 80 minutos, que apresentou também algumas pequenas mudanças tanto nas estruturas do filme como em sua duração[2]. Tal alteração se deve à censura a qual o filme foi submetido no ano de seu relançamento, 1944, durante o período de guerra. Os realizadores do projeto precisaram retirar cerca de 600m de filme, e as cenas restritas foram perdidas, de modo que a película original nunca pode ser reconstituída[3].

- Apesar de estar disponível em DVD na China e Austrália, Sugata Sanshiro está atualmente indisponível no formato na Europa e América, e sem planos para lançamento no Brasil. Pode ser encontrado em sites de leilões como o eBay, em formato VHS, a custos bem mais reduzidos. Também está disponível gratuitamente para download na internet conforme o decreto da corte japonesa, em julho de 2006, no qual consta que todos os filmes do país produzidos antes do ano de 1953 estão, a partir daquela data, disponíveis em domínio público

Nenhum comentário:

Postar um comentário