Twitter

sábado, 19 de outubro de 2013

Os Crimes do Museu (1933) - Michael Curtiz

Os Crimes do Museu (MP4) - Legendado

Sinopse: Em Londres Ivan Igor (Lionel Atwill), um escultor de figuras em cera, luta em vão para impedir que Joe Worth (Edwin Maxwell), seu sócio, ponha fogo no museu para receber o dinheiro do seguro. Após 13 anos, Ivan reaparece em Nova York para inaugurar seu próprio museu de cera, mas suas mãos mutiladas só permitem que ele dirija o trabalho de outros artistas. A abertura coincide com o súbito desaparecimento de alguns corpos, inclusive um do necrotério. Igor tem um sinistro interesse por Charlotte Duncan (Fay Wray), a noiva do Ralph Burton (Allen Vincent), seu assistente, mas termina por despertar as suspeitas da companheira de quarto de Charlotte, Florence Dempsey (Glenda Farrell), uma repórter.










Ficha do Filme:
Título no Brasil:  Os Crimes do Museu
Título Original:  Mystery of the Wax Museum
País de Origem:  EUA
Gênero:  Terror
Tempo de Duração: 77 minutos
Ano de Lançamento:  1933
Estúdio/Distrib.:  Warner Bros.
Direção:  Michael Curtiz

Dados do Arquivo:
Tamanho: 211 Mb
Formato: MP4
Codec de Vídeo: XviD
Codec de Áudio: MP3
Qualidade: DVDRip
Áudio: Inglês
Legendas: Português

BAIXAR FILME              
LEGENDA    

Nota: Apesar do arquivo ser considerado pequeno (211 Mb) para os padrões de arquivos conhecidos, a qualidade de som e imagem deste filme está excelente.  

TORRENT Ainda não encontramos links de torrent para este filme.  

Elenco:

Lionel Atwill
(Ivan Igor)
Fay Wray
(Charlotte Duncan)
Glenda Farrell
(Florence Dempsey)













Frank McHugh (Jim)
Allen Vincent (Ralph Burton)
Gavin Gordon (George Winton)
Edwin Maxwell (Joe Worth)
Holmes Herbert (Dr. Rasmussen)
Claude King (Sr. Galatalin)
Arthur Edmund Carewe (Sparrow - Professor Darcy)
Thomas E. Jackson (Detective)
DeWitt Jennings (Police Captain)
Matthew Betz (Hugo)
Monica Bannister (Joan Gale)
Bull Anderson (Janitor)
Frank Austin (Winton's Valet)

Curiosidades:
Pessoas de cera?
- As figuras de cera eram, na verdade, pessoas reais. Os produtores desistiram de utilizar a cera, pois o material derretia com o calor da iluminação do set.

Filme perdido
- Até o final dos anos 60 se acreditou que Os Crimes do Museu estivesse perdido para sempre.

 
Novas versões
- Refilmado como Museu de Cera (1953) e A Casa de Cera (2005).




 


3 comentários: