Twitter

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Repulsa Ao Sexo (1965) - Roman Polanski


Repulsa Ao Sexo (AVi) - Legendado

Sinopse: Carol Ledoux é uma mulher tímida e sexualmente reprimida, que trabalha como manicure em um salão de beleza londrino. Constantemente, é assediada por um homem extremamente apaixonado, que deseja lhe tirar a virgindade a qualquer custo. Quando sua irmã, com a qual mantém uma relação de dependência muito forte, vai viajar com o namorado, acaba por ficar sozinha no apartamento que dividem, solitária e gradativamente alucinada. Perturbada e cada vez mais ilúcida, acaba por revelar um lado obscuro de seu comportamento, movida pelo sofrimento e por sua repulsão à sexualidade.












Ficha do Filme:
Título no Brasil:  Repulsa Ao Sexo
Título Original:  Repulsion
País de Origem:  Inglaterra
Gênero:  Suspense
Classificação etária: 18 anos
Tempo de Duração: 104 minutos
Ano de Lançamento:  1965
Direção:  Roman Polanski

Dados do Arquivo:
Tamanho: 1,36 Gb
Formato: AVi
Qualidade: DVDRip
Codec de Áudio: AC3
Codec de Vídeo: XviD
Áudio: Inglês
Legenda: Português
Servidor: UploadHero

BAIXAR FILME CD 1 
LEGENDA CD 1 

BAIXAR FILME CD 2 
LEGENDA CD 2 

TORRENT 
Para o torrent utilize as legendas acima.

Elenco:
Catherine Deneuve
(Carole Ledoux)
Yvonne Furneaux
(Hélène Ledoux)















Ian Hendry (Michael)
John Fraser (Colin)
Patrick Wymark (Landlord)
Renee Houston (Miss Balch)
Valerie Taylor (Madame Denise)
James Villiers (John)
Helen Fraser (Bridget)
Hugh Futcher (Reggie)
Monica Merlin (Sra. Rendlesham)
Imogen Graham (Manicurist)
Mike Pratt (Workman)

Prêmios
- Recebeu uma indicação ao BAFTA, na categoria de Melhor Fotografia - Filme Britânico.
- Ganhou o Prêmio Especial do Júri e o Prêmio FIPRESCI, no Festival de Berlim.

Curiosidades:
- Repulsa ao Sexo é o primeiro filme realizado por Roman Polanski fora da Polônia;
- Juntamente com O Bebê de Rosemary (1968) e O Inquilino (1976), Repulsa ao Sexo faz parte de uma trilogia pessoal do diretor Roman Polanski em que fala dos horrores vividos por moradores de apartamentos/cidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário