Twitter

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

O Espião que Sabia Demais (2011) - Tomas Alfredson

O Espião que Sabia Demais (MP4/AVi) - Legendado/Dual Áudio + Legenda


Sinopse: Passado em 1973, em plena Guerra Fria, o longa gira em torno de George Smiley (Gary Oldman), um veterano da divisão de elite do serviço secreto inglês conhecida como Circo. Após a morte de seu ex-chefe e de alguns fracassos em missões internacionais, ele é chamado para desvendar um mistério sobre a identidade do agente duplo que, durante anos, trabalhou também para os soviéticos. Todos à sua volta são suspeitos, mas, como bons espiões que são, foram treinados para dissimular e trabalhar em condições de extrema tensão.













Ficha do Filme
Título no Brasil:  O Espião Que Sabia Demais
Título Original:  Tinker Tailor Soldier Spy
País de Origem:  França / Reino Unido / Alemanha
Gênero:  Suspense
Tempo de Duração: 127 minutos
Ano de Lançamento:  2011
Estreia no Brasil: 13/01/2012
Estúdio/Distrib.:  PlayArte Pictures
Direção:  Tomas Alfredson

Dados do Arquivo (Legendado):
Tamanho: 752 Mb
Formato: MP4
Codec de Vídeo: XviD
Codec de Áudio: MP3
Qualidade: DVDRip
Áudio: Inglês
Legenda: Português

BAIXAR FILME                 
LEGENDA                 

TORRENT     
Para o arquivo torrent utilize as legendas acima.



Elenco:
Gary Oldman
(George Smiley)
Mark Strong
(Jim Prideaux)
John Hurt
(Control)












 
Colin Firth (Bill Haydon)
Toby Jones (Percy Allelline)
Zoltán Mucsi (Magyar)
David Dencik (Toby Esterhase)
Ciarán Hinds (Roy Bland)
Kathy Burke (Connie Sachs)

Premiações:
BRITISH INDEPENDENT FILM AWARDS - 2011
Ganhou
Melhor Cenografia

Indicações
Melhor Filme Britânico Independente
Melhor Diretor - Tomas Alfredson
Melhor Ator - Gary Oldman
Melhor Ator Coadjuvante - Tom Hardy e Benedict Cumberbatch
Melhor Atriz Coadjuvante - Kathy Burke

Curiosidades
> Origem
Baseado em livro homônimo de John le Carré (O Jardineiro Fiel).
O livro já havia sido adaptado anteriormente para a TV, no formato de minisérie, em Tinker, Tailor, Soldier, Spy (1979).

> Orçamento:
Seu orçamento foi de US$ 30 milhões.

> Elenco:
Os produtores ficaram 18 meses sem encontrar o intérprete ideal para George Smiley. Eles já estavam a ponto de desistir do filme quando o produtor Tim Bevan sugeriu Gary Oldman para o papel.
Para se preparar para o filme Gary Oldman analisou a interpretação de Alec Guinness na minissérie televisiva, além de encontrar pessoalmente com le Carré.
Gary Oldman testou centenas de óculos antes de encontrar o modelo ideal para seu personagem.
Foi oferecida uma peruca para que Oldman compusesse o personagem, mas ele preferiu usar uma substância que tornava seu cabelho grisalho com uma aparência mais natural.
John Hurt chegou a ser cotado para o personagem George Smiley, mas acabou ficando com Control.
Michael Fassbender chegou a ser contratado para interpretar o personagem Ricky Tarr, mas teve que desistir do papel devido às filmagens de X-Men: Primeira Classe (2011). Ele foi substituído por Tom Hardy, que foi indicado pelo produtor Tim Bevan.
Jared Harris foi contratado para interpretar Allenine, mas teve que desistir do papel devido a conflitos na agenda de filmagens de Sherlock Holmes - O Jogo de Sombras (2011). Em seu lugar foi contratado Toby Jones.
John le Carré, autor do livro o qual O Espião que Sabia Demais é baseado, aparece em uma pequena ponta, como um convidado bêbado em uma festa de Natal.

> Equipe:
É o primeiro filme em língua inglesa dirigido por Tomas Alfredson.
Peter Morgan escreveu um tratamento para o roteiro e iria também escrever a versão final, mas a morte de um integrante da família fez com que se afastasse da função. Ele permaneceu ligado ao filme, mas apenas como produtor executivo.
O diretor Tomas Alfredson buscou criar no filme uma atmosfera similar a que percebeu quando visitou Londres pela primeira vez, na década de 70, com ruas sujas e mal iluminadas, repletas de sombras.
Tomas Alfredson pediu ao autor John le Carré que escrevesse parte do diálogo presente na conferência do Circo.
O produtor Tim Bevan citou A Conversação (1974) e O Conformista (1970) como filmes que influenciaram visualmente O Espião que Sabia Demais.
O filme é dedicado à roteirista Bridget O'Connor, que faleceu de câncer pouco após o término de seu trabalho no filme.

> Gravações:
Nas filmagens foram usadas barracas do exército localizadas no norte de Londres. Como se tratava de uma área vasta e barata, os produtores chegaram a alugar prédios inteiros para servirem de locação.

> Exibições:
Foi selecionado para a mostra competitiva do Festival de Veneza 2011.



Nenhum comentário:

Postar um comentário